top of page

Polícia Civil investiga relação de Deolane Bezerra com traficantes do Rio após foto

Influenciadora foi até um baile no Complexo da Maré (RJ) com a irmã, que também será investigada pela polícia.



A influenciadora e advogada Deolane Bezerra será investigada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro após publicar fotos com o cordão do chefe do tráfico do Complexo da Maré, na capital fluminense. A irmã da influencer, Dayanne Bezerra, também aparece em imagens usando as joias.

Deolane estava no Baile da Disney, evento que acontece toda semana na comunidade, e admitiu, nas redes sociais, que foi bem recebida no local e tirou foto com todos que estavam lá: "Fui no Complexo da Maré ontem, estava lá no baile da Disney. Fui bem recebida, não gastei um real. Tirei foto com geral, com cordão, sem cordão, botaram o cordão em mim, tiraram, e poucas, eu sou isso", disse a advogada.

Bezerra também publicou um vídeo dançando no baile e ironizou a polícia: Em entrevista ao G1, o delegado Rodrigo Coelho afirmou que a Polícia Civil do Rio de Janeiro quer entender qual a relação da família Bezerra com Thiago da Silva Folly, dono do cordão e chefe do tráfico da Maré:

"Queremos entender quem a convidou, se recebeu para fazer presença VIP, explicar essa relação dela e da irmã com o TH. Ambas aparecem em várias imagens com o cordão do criminoso", diz o delegado Rodrigo Coelho, titular da DRE.  Deolane Bezerra, que tem mais de 19 milhões de seguidores no Instagram, também aparece dirigindo nos stories após consumir bebidas alcoólicas no baile. Pouco tempo depois ela assume que estava embriagada:

"Bêbada sim, dormir maquiada pelo João, não", contou em um storie.

Deolane esteve na comunidade na madrugada de quarta-feira (14). Na parte da tarde, ela acompanhou, de casa, a apuração dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro. A influencer desfilou pela Grande Rio, escola que ficou em 3º lugar na classificação do grupo especial. Deolane é influenciadora, advogada e cantora. Já participou do reality show A Fazenda e tem o hábito de divulgar a rotina, de muita ostentação, para os milhões de seguidores nas redes. Ela ficou nacionalmente conhecida após a morte do ex-marido, MC Kevin, em 2021.

Já TH, o dono do cordão, é um dos líderes do tráfico do Complexo da Maré, que tem 16 comunidades no total. Ele divide o controle do complexo com outros dois traficantes: Michel de Souza Malvieira, o Buffalo Bill, Mangolê ou César, e Edmílson Marques de Oliveira, o Cria.

A reportagem do portal O TEMPO entrou em contato com a Polícia Civil do Rio de Janeiro para saber detalhes da investigação e aguarda retorno.

2 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page