top of page

Ancelotti fala da Seleção e preferência por Real Madrid: "Foi como queria"

Técnico italiano confirma contato com Ednaldo Rodrigues, ex-presidente da CBF, mas indica que clube espanhol era prioridade. Treinador está de contrato renovado até 2026


Com contrato renovado com o Real Madrid até 2026, Carlo Ancelotti declarou que tinha um interesse maior em seguir no clube espanhol do que assumir a seleção brasileira. O técnico italiano confirmou que teve conversas com Ednaldo Rodrigues, destituído do cargo de presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Porém, afirmou ter dado preferência aos merengues e comemorou a renovação, firmada na semana passada. - A realidade é a que todo mundo sabe, o Real Madrid também, que eu tive contato com o presidente naquele período, que era o Ednaldo Rodrigues. Quero agradecê-lo porque me demonstrou carinho e interesse para que eu treinasse a seleção brasileira. Me deixou muito honrado, mas dependia da minha situação no Real Madrid. Que isso fique claro para todos. Nos últimos meses, aconteceu que o Ednaldo não é mais presidente da confederação. No fim das contas, as coisas foram como queria, que era continuar aqui - disse Ancelotti, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira.

O vínculo anterior de Ancelotti era até junho de 2024. O técnico italiano foi dado como certo no comando da Seleção por Ednaldo Rodrigues. O treinador, no entanto, nunca havia comentado sobre o suposto acerto e renovou o contrato com o Real Madrid.

- Ser técnico da Seleção é um grande sonho, mas não sei se em 2026 o Brasil vai me querer. Não sei se estão contentes com a minha decisão - comentou Ancelotti.

A CBF vive impasse pela decisão da Justiça que tirou Ednaldo Rodrigues da presidência, mas não é reconhecida pela Fifa pela Conmebol. As duas entidades internacionais marcaram visita para janeiro, quando uma eleição poderá ser marcada. Os pré-candidatos são Reinaldo Carneiro Bastos e Flávio Zveiter. Ancelotti está em sua segunda passagem pelo Real Madrid. Comandou o time espanhol de 2013 a 2015 e está desde 2021 no clube. Ao todo, conquistou 10 títulos com os merengues: duas Champions League, dois Mundiais de Clube, duas Supercopas da Europa, uma La Liga, duas Copas do Rei e uma Supercopa da Espanha.

Ele soma 260 jogos no comando do clube, com 188 vitórias, 41 empates e 31 derrotas. Com mais três partidas, ele iguala Zidane como segundo técnico com mais jogos na equipe. O italiano é o treinador com mais vitórias pelo Real Madrid na história da Liga dos Campeões. Para além de 2026


Ancelotti também abriu portas para seguir em outra função no Real Madrid ao encerramento do novo vínculo. Existe tal cláusula no contrato, de acordo com o portal "The Athletic". O italiano de 64 anos poderia atuar como diretor de futebol, por exemplo.

- É o meu último trabalho. Quando acabar não sei. Creio que 2026 pode ser algo parcial e eu siga aqui depois disso. Depende do sucesso que tivermos. Pode ser o último ano em que eu treine, mas posso seguir aqui - declarou o técnico.


0 visualização0 comentário
bottom of page